quarta-feira, 1 de agosto de 2007

Romário e o Mercosul

Lembro de Romário no Casseta e Planeta. O Bussunda perguntava: “e ai Romário, vai jogar em que time?” ao que o baixinho respondia “não sei não, só sei que vou ganhar!”. Temos que admirar Romário nesse ponto; ele quer ganhar tudo de par ou ímpar a cara ou coroa, quando perde fica mordido. Tenho pra mim que quando Romário era criança e tinha que escolher um time pra jogar ele sempre escolhia o melhor time, sempre escolhia os melhores jogadores. Motivo: ele queria ganhar, sempre. Essa é a característica básica de um vencedor, a busca constante pela vitória. Mesmo que isso não seja sempre possível. Olhando em retrospecto, noto que nem todas as crianças eram como Romário. Algumas preferiam escolher jogar em times fracos, escolhiam os piores jogadores para seus times. Motivo: para elas melhor do que ganhar era poder jogar. Para essas crianças, desprovidas de talento futebolístico, entrar no melhor time significava ficar eternamente no banco. Preferiam entrar nos piores times, pois lá podiam ser o craque em meio aos pernas de pau. Tais crianças nunca conheceram o sabor da vitória, tendo de se contentar com a ilusão de serem os melhores jogadores de seu time.

Tal como acontece com crianças também acontece com países. Existem aqueles com vocação para vitória e aqueles que se refugiam entre os pernas de pau. Alguns países procuram sempre estar entre os melhores, outros buscam a ilusão de ser o melhor dentre os piores. No futuro escreverei um blog mostrando minhas razões para ser contra a formação de blocos econômicos, mas por hora vamos analisar o time que o Brasil escolheu para fazer parte: Paraguai, Argentina e Uruguai. Talvez com o reforço da Bolívia e da Venezuela. Por que escolher tais países? Por que não tentar um fortalecimento dos laços com Estados Unidos e Canadá? Minha resposta é simples: o Brasil não é o Romário.

A Argentina acaba de suspender a exportação de trigo ao Brasil (por motivos de desabastecimento interno). Resultado: o preço do pãozinho no Brasil aumentou. Tivesse o Brasil o mesmo acordo que tem com a Argentina com os Estados Unidos, e a importação de trigo dos EUA teria alíquotas de importação mais baixa e a população brasileira pagaria menos pelo pão. Em resumo, para beneficiarmos os produtores de trigo da Argentina, o pobre brasileiro paga mais pelo pão. O mais irônico disso tudo é que o governo argentino não se incomoda em prejudicar seu “parceiro” brasileiro, basta que veja nisso uma oportunidade de ganhar popularidade interna.

4 comentários:

Badger disse...

Ótima comparação Adolfo! O país infelizmente foi envenenado pela mentalidade petista/psdebista de que "só se joga com craque quando se é craque". Obviamente, quem pensa assim está condenado a ser eternamente o grande perna de pau da vizinhança.

Lucélia disse...

A desculpa por blocos economicos é a maquiagem da situaçao,sendo o Brasil um não Romario o interesse em ganhar fica em segundo plano. A má administraçao do País joga sem interesse na competiçao, e os "reservas" nada podem fazer...
Não basta um bom preparador, tem que existir um bom jogador.

Mais parece que possuem em mente a famosa frase de Keynes: " a longo prazo todos estaremos mortos"...

Bolívar Pêgo disse...

Adolfo,
Romário nasceu pobre e, portanto, não tinha como ficar pior. O Mercosul tomou força com Itamar e, assim, tinha como ficar Itapior. Como o Brasil não está preparado para participar, ativamente, do comércio internacional com os países desenvolvidos, nossa elite achou que a formação do Mercosul nos daria mais condição para isso. Pior do que o Mercado do Sul é a amadora relação comercial e de investimento com a Bolívia. O contribuite brasileiro, por meio da Petrobras, está pagando caro por uma ação entre amigos. Também no exterior há a privatização dos recursos públicos.

TTR disse...

Vemos q/ à individualidade aumenta cada vez mais e q todos estão à procura de jogar no time em q está ganhando é claro! Tenho para mim q o Brasil é o tipo de q joga mais por esporte e não para ganhar.

Google+ Followers

Ocorreu um erro neste gadget

Follow by Email