quinta-feira, 14 de agosto de 2014

E agora José? Um Guia Para Salvar o Brasil

A morte de Eduardo Campos foi um evento trágico. Toda vida humana perdida prematuramente é um evento trágico, e que entristece as pessoas de bem. Contudo, é inegável que essa tragédia supera os limites da família, afetando toda corrida presidencial. O objetivo desse post é analisar as implicações dessa tragédia sob o espectro político.

1) No dia da tragédia havia um depoimento importante no Congresso: Meire Bonfim Poza, contadora do doleiro Youssef. A oposição precisa dar um jeito de fazer esse depoimento voltar ao noticiário nacional.

2) Não sou petista, e não voto no PT. Contudo, num eventual segundo turno entre Marina Silva e Dilma, voto Dilma. Marina é o caminho certo para o apocalipse. Até Dilma é uma opção melhor.

3) Marina Silva coloca em risco a candidatura de Aécio. Contudo, se não for Marina a escolhida pelo PSB corre-se o risco de não haver segundo turno (e Dilma vencer no primeiro). Marina Silva é o único nome nacionalmente forte do PSB. Marina é a garantia da ocorrência de um segundo turno. Infelizmente é forte o bastante para tirar Aécio do páreo.

4) Fundamental que ocorra uma pressão para que o Jornal Nacional entreviste Dilma nos mesmos moldes em que entrevistou Aécio Neves e Eduardo Campos.

5) Não é hora de falar mal de Aécio, e nem do Pastor Everaldo. São os dois candidatos que podem levar a eleição para o segundo turno, e eventualmente tirarem o PT do poder.

6) Fundamental entender que o adversário a ser batido é Marina Silva. Marina tinha 20% das intenções de voto em abril desse ano. Isso dá uma ideia de sua força.

7) Quem defende o agronegócio tem que ser alertado sobre os devaneios de Marina.

8) Marina foi quadro importante do PT por muito tempo. O PT apoia o aborto. Quem vota em Marina deve ser informado disso. Marina não saiu do PT por causa do mensalão. Saiu porque queria um PT ainda mais a esquerda.

9) Devemos fortalecer o Pastor Everaldo, pois ele dividirá os votos evangélicos com Marina. Facilitando assim o caminho de Aécio.

10) De hoje até as eleições devemos ter um único objetivo: evitar um segundo turno entre Dilma e Marina.

6 comentários:

Anônimo disse...

Mesmo com Eduardo Gianetti e André Lara Rezende na equipe econômica você acha que Marina implode o Brasil?

Demerson Polli disse...

No atual cenário penso que o pastor Everaldo, apesar de ser uma opção melhor que o Aécio, está pesando em favor da Dilma.

O Everaldo não tem força para chegar ao segundo turno e, tudo indica, que não terá força no dia 5 de outubro. As pessoas que hoje votam no Everaldo, se ele não estivesse na disputa, imagino eu, votariam no Aécio.

Penso que se houver o risco do Aécio não ir para o segundo turno, a melhor estratégia, é a galera do Everaldo votar em Aécio. É exatamente este o motivo pelo qual não estou cogitando votar no Everaldo… para não enfraquecer o Aécio que pode derrubar a Dilma.

samuel disse...

Pois é melhor ir se acostumando com Marina Presidente ... O povão gosta de doido, bandido, assaltante... Quem melhor interpretou o goso do eleitor brasileiro foi JANIO QUADROS, fazia o papel de doido e o povo babava...
A opção é Marina pelo menos é desarticulada. A Dilma tem + o PT atrás

Anônimo disse...

Já passou da hora do Brasil legalizar o aborto E reduzir a maioridade penal.

Anônimo disse...

"Marina é o caminho certo para o apocalipse." Adolfo, please elaborate?

Anônimo disse...

"Marina é o caminho certo para o apocalipse." Adolfo, please elaborate?

Google+ Followers

Ocorreu um erro neste gadget

Follow by Email