quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

Os acionistas minoritários, nos Estados Unidos, receberão quase 3 bilhões de dólares em compensações da Petrobras, e os acionistas minoritários brasileiros irão receber quanto?


Nessa semana a Petrobras fechou um acordo para pagar quase 3 BILHÕES DE DÓLARES aos acionistas minoritários que compraram ações da empresa nos Estados Unidos. Pergunta a CVM: e os acionistas minoritários brasileiros irão receber quanto? Pergunta retórica, os acionistas minoritários brasileiros irão apenas pagar mais essa conta deixada pela má administração da estatal no passado.

Aqui relembro a meus leitores que alertei sobre o descaso da CVM com a Petrobras.

1) Em 31 de outubro de 2013 alertava: Será que a CVM não aprendeu nada com o escândalo da OGX? Manobra artificial da Petrobras imita declarações de Eike Batista.

2) No dia 5 de dezembro de 2013 retornava ao assunto num vídeo: Para que serve a CVM: o Caso da OGX e Petrobras.

Em resumo, os acionistas minoritários poderiam ter sido protegidos a tempo por uma postura mais responsável da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), que aliás existe exatamente para dar tranquilidade aos acionistas sobre o funcionamento do mercado de ações. Diz o site da CVM:

"A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) foi criada em 07/12/1976 pela Lei 6.385/76, com o objetivo de fiscalizar, normatizar, disciplinar e desenvolver o mercado de valores mobiliários no Brasil".

Muitas pessoas dizem não entender o motivo de tão poucos brasileiros investirem na bolsa. O motivo principal, em meu entendimento, é justamente a falta de segurança dos acionistas minoritários. Nos Estados Unidos existem garantias e mais garantias para os minoritários, aqui no Brasil ainda falta um conjunto mais sólido de garantias que estimule o trabalhador brasileiro a investir na Bolsa de Valores.

A CVM precisa explicar a sociedade sua demora em agir contra a Petrobras (e contra a OGX, outro caso escandaloso). Tal demora gerou mais perdas aos acionistas minoritários da Petrobras, que agora ainda arcarão com as perdas dos acionistas minoritários que terão que ser ressarcidos nos Estados Unidos.

A justiça brasileira precisa fazer valer a legislação sobre conselhos de administração. Em 21 de março de 2014 escrevi sobre as punições previstas em lei aos integrantes de conselhos de administração. Está na hora da justiça ser feita, e os integrantes dos conselhos de administração responsáveis pelo desastre na Petrobras precisam responder por seus atos. Em outro post, na mesma data, explicito os nomes dos integrantes dos Conselho de Administração e Fiscal da Petrobras em 2006, e o nome dos integrantes do Conselho de Administração em 2014, quem sabe não está na hora desse pessoal explicar para a sociedade o que aconteceu com a Petrobras?

Nenhum comentário:

Google+ Followers

Ocorreu um erro neste gadget

Follow by Email